6 bons motivos para acreditar no comercio local

6 bons motivos para acreditar no comercio local

Sair de casa se tornou tão complexo que todo esforço para reduzir a exposição e apoiar o distanciamento social é, mais que bem-vindo, fundamental. Comprar no comércio local, além de seguro é incentivar a economia de sua região.

Tentar encaixar as necessidades da casa e da vida pessoal (como ida à farmácia, ao pet shop, ao mercado) no meio de uma nova rotina que ainda está se desenhando, se tonou um desafio Herculano. E transportar compras no transporte coletivo ou pegar trânsito e gastar com estacionamento e combustível para ir a esses locais de carro está sendo cada vez mais difícil.

Com a rotina tão incerta, não é de se espantar que o incentivo ao comércio local esteja crescendo cada vez mais. Em 2015, Luiz Barreto Filho, presidente do Sebrae,  deu a seguinte declaração à imprensa: “Todo mundo tem um pequeno negócio perto da sua casa, então esse movimento tem muito a ver com a vida cotidiana das pessoas”. E de lá para cá, a ideia de fortalecer o comércio na comunidade só se consolida.

Aqui, boomee elencou seis bons motivos para que acreditemos cada vez mais no uso comércio local. E, com isso, tragam mais equilíbrio a suas vidas e seus bairros.

Segue aqui 6 motivos para fazer suas compras em seu bairro:

1 – Tempo e praticidade

Comprar do comércio próximo é mais prático e seguro que se deslocar com compras através de grandes centros ao bairro. Aquele mercadinho da rua de baixo consegue controlar muito melhor o fluxo de pessoas. Além disso, se deslocar de carro custa muito mais do que ir a pé até a esquina.

Além da comodidade e praticidade, o tempo de ir até o petshop ou farmácia é menor quando você aposta em estabelecimentos próximos, além de significar economia.

2 – Economia

Há mais de 10 milhões de micro e pequenas empresas no Brasil. Mas nem todo mundo sabe disso. Essas empresas são responsáveis por 27% do PIB do país. Ou seja, comprar do comércio local é estimular a economia do Brasil. Além de contribuir com o país, o consumidor também economiza do próprio bolso. Pagar estacionamento e gastar com combustível se deslocando do bairro gera mais ônus que bônus.

3 – E quando o dinheiro fica no bairro?

Comprar na sua região é ajudar na distribuição de renda, promovendo mais empregos e valorização do seu bairro.

4 – Barganha 

É muito mais fácil negociar com um pequeno comerciante do que em grandes centros de compras, certo? O Seu Zé do mercadinho da esquina pode estar mais disposto a oferecer um bom desconto em espécie, por exemplo. E a Dona Luiza, que mora no prédio ao lado, provavelmente está interessada em comprar de quem dá abatimento.

5 – Explorar o seu bairro

Conhecer a história do bairro e daqueles que fazem dele uma comunidade é, sem dúvidas, uma vantagem do comércio local. Descobrir a história das pessoas, das casas, da arquitetura pode ser muito mais divertido com um bom passeio a pé.

6 – Fazer amigos

Frequentar o comércio local pode ser a ponte para fazer amizades com a vizinhança. É preciso estar aberto e ser receptivo tanto como consumidor quanto como vendedor.

Acreditar no comércio local é acreditar que o grande senso de comunidade vencerá. E que, apesar do cotidiano extremamente corrido, é possível aproveitar o bairro e sentir que fazemos parte de algo muito maior do que podemos imaginar.

Deixe um comentário